Início » Como baixar febre alta em bebê: principais causas e formas para baixar a temperatura

Como baixar febre alta em bebê: principais causas e formas para baixar a temperatura

Aprender como baixar febre alta em bebê é uma das principais dúvidas de mamães e papais. Conheça as principais causas da reação, sinais de alerta e descubra o que fazer quando o bebê está com febre.

A febre é uma reação comum do organismo no combate de infecções virais ou bacterianas, em todas as fases da vida. No entanto, quando a alteração da temperatura acontece em bebês e crianças pequenas, é importante que os pais mantenham atenção, de modo a identificar sintomas complementares. Além disso, também é fundamental aprender como baixar febre alta em bebê.

Quando a febre é sinal de alerta?

A temperatura normal dos bebês varia de 36,5 °C a 37,2 °C. Logo, a febre acontece quando a temperatura corporal das crianças ultrapassa os 37,5 °C (na medição da axila) ou 38,2 °C (através da medição feita no reto).

Na maioria dos casos ela está relacionada a problemas fáceis de tratar, o que não significa que os pais devam deixar o problema de lado. Na verdade, a febre em bebês é uma preocupação tão comum que 25% das consultas registradas em ambulatórios e consultórios são relacionadas ao fato.

A febre pode ser leve, moderada ou grave, de acordo com a temperatura corporal da criança:

  • Leve: até 38,5 °C. Está relacionada a resfriados, faringite ou laringite, por exemplo.
  • Moderada: entre 38,5 °C e 39,4 °C. Nesse caso, pode ser derivada de otite ou infecção urinária.
  • Grave: a partir de 39,5 °C ou menor que 36 °C. Acontece em casos de pneumonia e meningite. Nesse caso, a criança deve ser hospitalizada.

Em todos os casos, se a febre não passar após algumas horas ou persistir por mais de um dia, procure um médico.

A preocupação é redobrada em recém-nascidos e crianças menores de três meses. Isso porque eles correm maior risco de contrair infecções graves, já que o sistema imunológico não está completamente desenvolvido. Por isso, se não for tratada, a febre pode desencadear problemas de saúde mais graves.

Entender como baixar febre alta em bebê é uma das maneiras de evitar complicações. De todo modo, nunca dispense consultas com um pediatra.

Sintomas para prestar atenção

Os pais precisam de atenção aos sinais de alerta que acompanham a febre. Em geral, são eles:

  • Dificuldade em respirar
  • Choro contínuo
  • Falta de apetite
  • Manchas na pele
  • Sonolência
  • Irritabilidade
  • Apatia
  • Dores de cabeça

Quanto mais alta a febre, maior o desinteresse e irritabilidade dos pequenos.

9 causas comuns da febre alta e sintomas

A febre em bebê é provocada por uma série de fatores, como calor ou excesso de roupas. No entanto, nesses casos o problema não é alarmante, e a temperatura não alcança temperaturas elevadas. Outros casos comuns são:

  1. Nascimento dos dentinhos

A partir do quarto mês, os dentes do bebê começam a se desenvolver. Nesse caso, a criança fica com a mão dentro da boca constantemente e baba muito. No entanto, a febre não ultrapassa os 38,3 °C.

  1. Reação após tomar vacinas

Ter febre após tomar vacinas é uma reação natural do corpo. Fique tranquilo caso o bebê fique mais quente algumas horas após receber a dose de qualquer imunizante.

  1. Resfriado ou gripe

A criança espirra bastante, não tem apetite e expele coriza clara. Quando o bebê é bem medicado, a temperatura volta ao normal em até três dias.

  1. Pneumonia

É derivada de gripes. O bebê não consegue respirar direito, fica cansado, expele muco espesso ou tem tosse seca, além da febre.

  1. Catapora

Surgiram bolhas avermelhadas na pele? Pode ser catapora! A criança fica com febre, perde o apetite e pode sentir dores abdominais.

  1. Sarampo

Outro problema que causa manchas escuras na pele e febre é o sarampo. A enfermidade dura entre três a cinco dias e é acompanhada por tosse, corrimento e conjuntivite.

  1. Dor de ouvido

A otite causa irritação e falta de equilíbrio em crianças pequenas. Em alguns casos, pode estar relacionada ao uso da chupeta, sabia? Fique atento aos momentos em que o pequeno sente dores no ouvido para identificar as causas.

A inflamação no ouvido também é comum após resfriados.

  1. Infecção urinária

Infecções que afetam o trato urinário são comuns em crianças. Nesses casos, a criança sente dor abdominal, dor ao usar o banheiro, perda de apetite e irritação.

  1. Gastroenterite

É o distúrbio digestivo mais comum em crianças. Essa infecção causa cólicas, vômito e diarreia.

Como baixar febre alta em bebê: 5 formas de controlar a temperatura

Aprender como baixar febre alta em bebê deve estar na agenda de mães e pais. As técnicas a seguir ajudam a criança a se sentir melhor por hora. Procure um pediatra para investigar as causas e descobrir o melhor tratamento.

  1. Remédios para baixar febre

Os remédios mais recomendados são Paracetamol e Ibuprofeno. Embora possam ser comprados sem prescrição médica, é fundamental oferecer o remédio apenas após a indicação do pediatra.

Além dos antitérmicos comuns, o médico pode indicar antibióticos para o tratamento de infecções.

  1. Prepare um banho morno

Se você está na dúvida sobre como baixar febre alta em bebê, outra opção é dar um banho morno na criança. A temperatura da água deve estar próxima aos 36 °C. Mas, se a criança treme constantemente durante o banho, interrompa o processo e vá ao médico.

  1. Deixe o ambiente arejado

O bebê pode ficar com febre em locais muito abafados e quentes, ou quando está com muitas roupinhas. Use um ventilador ou ar-condicionado para abaixar a temperatura ambiente e troque as roupas por peças leves.

  1. Faça compressas frias

Uma das formas mais conhecidas de como baixar febre alta em bebê é utilizar uma toalha molhada com água fria na testa, nuca, axila ou virilha do pequeno. A técnica ajuda a baixar a temperatura com praticidade.

  1. Ofereça água ou leite para a criança

Em alguns casos, os pequenos podem sofrer desidratação. Para evitar essa situação, ofereça líquidos a cada meia hora, de modo a prevenir problemas mais graves.

Como medir a temperatura de bebês e crianças

Para aferir a temperatura correta, use um termômetro digital. Eles são seguros e fáceis de usar. O ideal é medir sempre no mesmo lugar.

Com o termômetro digital você pode medir a temperatura em três locais diferentes:

Temperatura retal

É a mais precisa, porque indica a temperatura real dos órgãos internos do pequeno. Com a criança de bruços e imóvel, aplique lubrificante no termômetro e insira cerca de 1,25 a 2,5 centímetros no reto.

Temperatura da axila

É a mais utilizada pelos pais. Basta posicionar o termômetro na axila da criança e esperar alguns minutos até obter o resultado.

Temperatura oral

Coloque o aparelho sob a língua da criança. Ela deve manter a boca fechada e não pode morder o equipamento.

Outra opção é usar um dispositivo que mede a radiação infravermelha do corpo, através do ouvido ou da testa. O equipamento não prejudica a saúde da criança e é prático de usar.

Cuidar da saúde dos nossos filhos não têm preço

Cuidar ativamente da saúde dos pequenos previne problemas e doenças mais graves. Por isso, contar com o acompanhamento de um pediatra de confiança é a melhor forma de assegurar o bem-estar e a qualidade de vida dos seus filhos.

Aqui na CenttralMed você encontra um corpo clínico especializado, pronto para te atender em todos os momentos.

Com a gente, cuidar do seu filho realmente não tem preço, sabia? No programa Consultas do Bem você garante isenção no pagamento de consultas pediátricas!

Entre em contato para saber mais sobre o benefício e se tornar um credenciado agora mesmo.