Início » Como cuidar de bruxismo: o que é e 5 maneiras de tratar o problema

Como cuidar de bruxismo: o que é e 5 maneiras de tratar o problema

Dores de cabeça e na mandíbula podem ser bruxismo. Você sabe o que é essa doença? Confira o guia da CenttralMed e confira causas, sintomas, consequências e como cuidar de bruxismo, para manter a saúde em dia.

Se você costuma acordar com dor de cabeça ou com os músculos da mandíbula doloridos, a causa desses incômodos pode ser bruxismo. Essa doença bucal afeta milhões de pessoas no Brasil e no mundo. Embora apresente alguns sintomas, quem sofre com o problema não percebe sua severidade até desencadear enfermidades mais graves. Portanto, aprenda a identificar e descubra como cuidar de bruxismo.

O que é bruxismo?

O bruxismo nada mais é do que um problema bucal em que o paciente aperta ou range os dentes de maneira inconsciente. Essa doença é considerada uma atividade parafuncional, ou seja, uma mania sem função específica que pode acometer a sua saúde bucal. Tanto é que o bruxismo afeta a qualidade de vida de quem enfrenta o problema.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), 30% da população mundial sofre com esse incômodo. No Brasil, o índice aumenta para 40%.

Quem tem bruxismo está propenso a desenvolver sensibilidade nos dentes, já que o esmalte sofre desgaste e fraturas constantes que expõem a dentina. Conforme o passar do tempo, o desgaste contínuo pode causar corrosões. O bom é que esse tipo de problema pode ser resolvido com aplicação de resina composta ou porcelana, nos casos mais severos.

Além disso, o bruxismo também causa entortamento dos dentes e até mesmo deslocamento da mandíbula.

Essa enfermidade não tem cura, mas pode ser controlada com tratamentos indicados por um especialista qualificado. Alguns hábitos aplicados ao dia a dia também são formas de como cuidar de bruxismo.

Tipos de bruxismo

Existem dois tipos de bruxismo:

Bruxismo diurno

Acontece quando o paciente está acordado. Também conhecido como briquismo, é o apertamento dental. Em geral, o problema se relaciona a fatores emocionais, como ansiedade e estresse.

Bruxismo noturno

É o mais comum e o mais conhecido, acontece durante a noite. Nesse caso, o paciente range os dentes de maneira inconsciente, já que está dormindo.

Causas

O bruxismo é derivado de fatores psicológicos, como estresse e ansiedade. Esses problemas fazem o paciente contrair os músculos da face em momentos de tensão. Mas, também é comum em momentos de concentração, quando é preciso coordenação e foco.

Problemas genéticos, neurológicos e respiratórios, como apneia do sono e ronco, também podem desencadear o bruxismo.

A cafeína, álcool, fumo e uso frequente de drogas também aumentam a frequência com que o problema afeta o paciente.

Muitas pessoas não percebem que sofrem com bruxismo, porque o hábito de apertar e ranger os dentes é inconsciente. Por isso, o problema costuma ser indicado por algum familiar, que escuta o rangimento durante a noite, ou por um dentista, durante consultas médicas.

Sintomas

Os sintomas do bruxismo são:

  • Dores musculares
  • Dor de cabeça constante
  • Dor no maxilar constante
  • Cansaço durante o dia
  • Desconforto durante a mastigação
  • Amolecimento dos dentes
  • Desgaste da superfície dentária

Ao primeiro sinal que algo não vai bem, procure auxílio médico. Ele será responsável por diagnosticar o problema e indicar o melhor tratamento, de acordo com a sua rotina e hábitos.

Qual o médico que cuida do bruxismo?

O bruxismo é diagnosticado pelo dentista. A partir daí, dependendo das causas do problema, o médico poderá indicar o tratamento multidisciplinar, aquele que conta com auxílio de outros profissionais, como pediatra (no caso do bruxismo infantil), psicólogo, psiquiatra e otorrinolaringologista.

Como cuidar de bruxismo exige cuidado e atenção, é fundamental ter o acompanhamento correto para garantir os melhores resultados.

Consequências do bruxismo

Esse tipo de problema bucal pode causar perdas ósseas, desgastes dentários e dores por toda a boca. As consequências mais graves são lesões orofaciais, lesão periodontal e síndrome da articulação temporomandibular (ATM) – dificuldade em abrir e fechar a boca, que piora durante a mastigação.

Como cuidar de bruxismo

Apesar de não ter cura, há diversas formas de evitar que o problema afete a sua qualidade de vida. Veja como cuidar de bruxismo de 5 maneiras:

Atividades de relaxamento

A melhor forma de como cuidar de bruxismo no dia a dia é se dedicar a uma vida mais tranquila, sem estresse e pressões.

O estresse é tão grave que, de acordo com dados da Isma-BR (Associação Internacional de Gerenciamento de Estresse Brasil), 70% da população apresentou ou possui sintomas do problema.

Logo, é fundamental dedicar alguns minutos da rotina a atividades relaxantes, que aliviem aquela tensão incômoda.

Confira 13 exercícios para controle da ansiedade!

Pratique atividades relaxantes, como ioga, dedique-se àquele hobby que você sempre sonhou, ouça suas músicas favoritas, pratique exercícios físicos… O ideal é não deixar o estresse e a ansiedade dominarem seu cotidiano.

Compressas mornas

Outra maneira prática de como cuidar de bruxismo é fazer compressas mornas. Use uma toalha ou bolsa de água e aplique no rosto para relaxar os músculos doloridos. Mesmo que a dor diminua, nunca dispense o tratamento profissional!

Aplicação de placas protetoras

Também conhecidas como placas de bruxismo, esse dispositivo móvel é usado durante a noite. Ele deve ser posicionado entre os dentes superiores e inferiores, de modo a relaxar os músculos e proteger os dentes do rangimento. Assim, a placa protetora reduz dores e previne dores de cabeça.

Toxina botulínica

A toxina botulínica é grande aliada na inibição da hiperatividade. Como atua durante 24 horas, ela reduz a contração muscular e, assim, impede a propagação de desgastes e fraturas dentárias.

Tratamento multidisciplinar

Como dito, seu médico pode recomendar o acompanhamento de outros profissionais. A melhor forma de prevenir o bruxismo é investigando as causas do problema a fundo. Para tanto, o dentista fará uma série de perguntas e irá analisar sua arcada dentária, de modo a indicar o melhor tratamento.

Se o problema afetar a sua qualidade de vida, procure um psicólogo. Ele te ajudará a criar consciência sobre o fato, além de ajudar a diminuir as tensões diárias.
Na CenttralMed você encontra profissionais capacitados, prontos para te ajudar a solucionar incômodos e problemas desgastantes, como o bruxismo. Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil! Entre em contato para saber mais sobre os nossos planos.