Início » Como reduzir a azia: 6 dicas para evitar desconfortos

Como reduzir a azia: 6 dicas para evitar desconfortos

A azia é um problema muito desagradável. Para evitar no dia a dia, confira 6 dicas simples da CenttralMed. Descubra o que causa a sensação de queimação na região superior do peito, sintomas e como reduzir a azia.

Você já sentiu desconfortos na região do peito e queimação na garganta após alguma refeição? Esses são alguns sinais clínicos da azia, um problema muito comum entre os brasileiros. Não tem nada mais chato do que passar o dia mal! Por isso, uma boa maneira de enfrentar essas situações desagradáveis com rapidez é aprendendo como reduzir a azia.

O que é azia?

A azia é uma sensação de queimação que acontece desde o estômago até a garganta. Ela causada devido ao contato entre suco gástrico e esôfago, o que causa desconfortos. Se é frequente, afeta a qualidade de vida, sobretudo a rotina de sono.

O que pode dar azia?

Se você comeu muito, está com a barriga estufada, refluxo e sensação de queimação, pode ter certeza a azia deu as caras. Na maioria das vezes, ela está relacionada ao excesso de comida durante as refeições. Mas, também pode acontecer por causa dos seguintes fatores:

  • Gravidez
  • Obesidade ou sobrepeso
  • Hábitos alimentares ruins
  • Uso de determinados medicamentos, como anti-hipertensivos
  • Tabagismo
  • Consumo de álcool
  • Hernia de hiato

O que pode ser azia constante?

Quando o problema é constante, é preciso ainda mais atenção. Você pode estar sofrendo de gastrite ou doença do refluxo gastroesofágico.

Segundo um estudo feito pela Federação Brasileira de Gastroenterologia, mais da metade dos brasileiros sofrem de azia, um dos sintomas comuns do refluxo. Tanto é que em 90% dos casos de azia constante e intensa, o problema está relacionado ao refluxo 

Nesses casos, o esfíncter, uma espécie de válvula que não deixa o alimento digerido voltar para o esôfago, apresenta falhas no funcionamento. Dessa forma, o que era para ir ao estômago, pode voltar, o que desencadeia o refluxo e queimações.

Se você sofre com a azia constantemente, é importante avaliar seus hábitos diários, de modo a identificar, por si só, as causas do problema. Saber como reduzir a azia é uma das formas de evitar o refluxo e outras complicações.

Quais são os sintomas da azia

Em geral, a azia é marcada pela sensação de queimação na garganta. Outros sintomas que podem se manifestar são:

  • Arrotos
  • Gosto ruim na boca
  • Tosse ou pigarro
  • Dificuldades para engolir
  • Dificuldade em dormir
  • Má digestão
  • Refluxo
  • Estômago inchado

Como aliviar a azia imediatamente?

Para aliviar a azia imediatamente, muitas pessoas utilizam sal de frutas. Embora seja eficiente no momento, conforme o passar do tempo o medicamento aumenta o pH do estômago e, em consequência, causa um efeito rebote. Ou seja: a azia se intensifica.

A melhor forma de aliviar a azia com rapidez é com alginato.O alginato de sódio é um medicamento indicado para refluxos. Ele possui ação a longo prazo e, diferente do sal de frutas, cria uma barreira que impede aquela queimação e azia desagradáveis.

Como reduzir a azia: 6 dicas

Agora que você já tem um panorama sobre o problema, veja como reduzir a azia. Com algumas mudanças simples no dia a dia, é possível evitar sintomas e melhorar o bem-estar!

  1. Cuide da alimentação

Apesar de muitas pessoas sofrerem com este problema, alguns pacientes não se dão conta de como reduzir a azia é fácil. A começar pela mudança na rotina alimentar!

Frutas cítricas, pimentas, bebidas alcoólicas, alimentos com conservantes, gorduras e açúcares em excesso e industrializados estão diretamente relacionados à azia, sobretudo quando consumidos de maneira deliberada.

O ideal é investir em uma alimentação balanceada, sem exageros. Se necessário, conte com o auxílio de um nutricionista para criar seu próprio cardápio personalizado e melhorar seus hábitos alimentares.

Para começar por conta própria, aposte no consumo de alimentos naturais. Isso porque eles não exigem que o estômago produza mais suco gástrico para dissolvê-los, como acontece com os industrializados.

Alimentos ricos em fibras são muito indicados, porque auxiliam a digestão. Junto a eles, é claro, não se esqueça de beber bastante água.

Você também deve consumir alimentos com propriedades anti-inflamatórias e antiácidas, para diminuir inflamações, a acidez do estômago e proteger a mucosa da região. Algumas opções para incluir na sua rotina são:

  • Pera
  • Chá de gengibre
  • Chá de camomila
  • Arroz integral
  • Aveia
  • Cenoura
  • Couve
  • Maçã
  • Banana
  • Beterraba
  • Mamão
  1. Não pule as refeições do dia

Coma regradamente todos os dias. Mas, não deixe o prato cheio. Quando o estômago tem muita comida, a produção de suco gástrico aumenta, o que piora quadros de azia e aumenta as chances de refluxo.

Uma sugestão é comer mais vezes ao dia, em porções menores. Assim, você fica sempre satisfeito e não se arrisca a ter queimações no estômago.

  1. Não beba durante as refeições

O excesso de comida e líquidos durante as refeições aumenta a quantidade de suco gástrico. Por isso, evite beber enquanto come. Até mesmo sucos naturais ou água devem ser evitados.

  1. Coma de três a quatro horas antes de deitar

Quem sofre de azia sabe que as dores se intensificam ao se deitar. Algumas pessoas têm a boca do estômago mais aberta, por isso o suco gástrico volta ao esôfago e causa queimações. Prefira comer até quatro horas antes de dormir.

  1. Pratique exercícios para evitar o sobrepeso ou obesidade

A prática de exercícios é importante sempre, porque previne diversos problemas, incluindo a azia. Pessoas obesas ou com sobrepeso têm mais gordura em volta da musculatura do estômago. Ela, por sua vez, faz pressão e empurra o suco gástrico para o esôfago.

Portanto, para evitar esse tipo de situação, crie uma rotina de exercícios e livre-se do sedentarismo!

  1. Vá ao médico

Consultas periódicas e check-ups anuais não podem faltar na sua agenda. Se o refluxo não for tratado da maneira correta, você dá margem para o desenvolvimento de complicações graves, sobretudo quando o problema se torna crônico.

Marque uma consulta com um gastroenterologista de confiança para descobrir as causas da azia e o tratamento mais indicado.

Aqui na CenttralMed, você encontra um corpo clínico especializado, pronto para te ajudar! Não aguenta mais sofrer com queimações e desconfortos? Entre em contato conosco agora mesmo para marcar seu próximo agendamento.

O melhor é que clientes do programa Consultas do Bem têm isenção no pagamento de consultas! Além disso, você pode marcar a sua assim que terminar o cadastro no site, sem tempo de carência.
Entre em contato pelo site ou através do nosso WhatsApp para saber mais sobre o benefício!