Início » Quais são os sintomas do câncer de mama? Descubra como prevenir o aparecimento da doença

Quais são os sintomas do câncer de mama? Descubra como prevenir o aparecimento da doença

Conheça quais são os sintomas do câncer de mama e aprenda como se prevenir de uma das doenças que mais mata mulheres em todo o mundo. 

Em 2020, foram registrados mais de 66 mil novos casos de câncer de mama no Brasil, segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA).

Sendo o tipo de maior incidência entre as mulheres e a primeira causa de mortalidade pela doença em todo o mundo, conhecer quais são os sintomas do câncer de mama é indispensável. 

Muitas vezes iniciada como uma doença silenciosa, o diagnóstico do câncer de mama ainda se inicia no autoexame, uma medida preventiva que deve ser uma prática entre todas as mulheres. 

Quando não descoberto de imediato, por meio do toque físico, o próprio organismo pode apresentar alguns sinais de que algo não está muito bem.

Por isso, é muito importante saber quais os sintomas do câncer de mama, para que ao menor indício, o diagnóstico possa ser realizado e o tratamento iniciado. 

Desse modo, a seguir, vamos explicar quais são os sintomas mais frequentes e o que fazer para prevenir a doença que pode atingir mulheres e homens

Quais são os sintomas do câncer de mama?

Atrás apenas da cardiopatia, o câncer é a doença que mais causa óbitos entre a população feminina. 

Nesse público em específico, a doença aparece em maior frequência nas mamas, contabilizando cerca de 28% dos novos casos de câncer entre mulheres todos os anos.

Nesse cenário, conhecer quais são os sintomas do câncer de mama se tornou mais do que necessário, mas um cuidado preventivo com a saúde e contra uma doença perigosa que leva ao fim a vida de muitas mulheres. 

Entre os sintomas mais comuns, podemos citar:

1. Nódulo no seio

Quando falamos sobre quais são os sintomas de câncer de mama, esse certamente é o único conhecido por toda a população. Afinal, o nódulo no seio é o sintoma mais comum da doença. 

Geralmente, o nódulo é duro, irregular e indolor, o que torna o autoexame ainda mais importante para um diagnóstico precoce. 

Mas também pode acontecer de aparecer um nódulo bem definido. Por isso, ao perceber um caroço no seio, o mais indicado é procurar um médico para avaliação profissional. 

2. Inversão do mamilo

Algumas mulheres já possuem o mamilo invertido naturalmente, no entanto, se esse não é o seu caso, mas você percebeu essa alteração recentemente, isso pode indicar que algo não está bem.

Isso porque essa é uma das características mais conhecidas do câncer de mama, que atinge grande parte das mulheres diagnosticadas com a doença. Além disso, outro aspecto importante para analisar é a presença de descamação nos mamilos.

3. Retração cutânea

Em alguns casos, a retração cutânea nos seios pode vir a acontecer. É preciso ficar atento porque as mamas são naturalmente desiguais, sendo um seio maior que o outro. 

No entanto, caso você perceba uma irregularidade diferente, uma nova assimetria, isso pode indicar uma retração, e o melhor é procurar um especialista. 

4. Secreção papilar

Por fim, entre os sintomas que também podem indicar a presença de um tumor na mama está a secreção papilar.

Se você percebe que há uma descarga papilar em uma mama, que acontece de forma persistente, normalmente de um único ducto mamário, isso pode indicar uma secreção patológica.

Sobretudo se o líquido sai sem ser necessário fazer nenhum esforço, ou seja, apalpar as mamas, pode ser ainda mais importante realizar a avaliação médica.

Como vimos, saber quais são os sintomas do câncer de mama é muito importante, mas não podemos esquecer que conhecer seu próprio corpo também é indispensável

Pois, apenas sabendo qual o aspecto natural dos seus seios, você conseguirá perceber a até mesmo a menor alteração.

Leia também: Por que o check up com ginecologista é tão importante?

O câncer de mama tem cura?

Agora que você sabe quais são os sintomas do câncer de mama, chegou a hora de falar sobre a probabilidade de cura da doença.

Afinal, é possível se curar de um câncer de mama? 

Sim! Apesar de existirem alguns mais letais, todo tipo de câncer pode ser curado, e o sucesso dessa vitória contra a doença depende de um diagnóstico precoce e o início do tratamento de imediato. 

Independentemente do tipo de tumor, para conseguir uma melhor resposta no tratamento, a doença deve ser descoberta no início, aumentando assim o potencial curativo do câncer de mama. 

Entre os tratamentos, o paciente diagnosticado pode ser submetido a:

  • quimioterapia;
  • radioterapia;
  • hormonioterapia;
  • terapia alvo;
  • cirurgia.

O importante é que o tratamento seja iniciado rapidamente para evitar que a doença se irradie para outros órgãos. 

Leia também: Check-up geral da saúde: previna-se de doenças, viva mais e melhor!

O que fazer para prevenir o câncer de mama?

Apesar de saber que o câncer de mama tem cura, nenhuma mulher ou homem deseja travar uma luta contra a doença. Para isso, então, é importante descobrir o que fazer para prevenir o tumor nos seios.

É muito importante frisar que prevenir a doença totalmente não é possível, pois sua ocorrência está relacionada a diversos fatores, sendo alguns deles não modificáveis, como a genética, por exemplo.

No entanto, existem alguns hábitos que podem ser evitados ou praticados para diminuir as chances de desenvolver a doença. São eles:

Segundo o Ministério da Saúde, essas pequenas mudanças de comportamento podem reduzir até 28% o risco de desenvolver a doença.

Portanto, tão importante quanto saber quais são os sintomas do câncer de mama, é cuidar diariamente da saúde, praticando um cuidado preventivo, para evitar que doenças se desenvolvam. Ou, ao menos, diagnosticá-las em estágios iniciais. 

Conte com a CenttralMed na prevenção de doenças!

Quando falamos em saúde, o ditado melhor prevenir do que remediar faz todo o sentido. 

Agora que você sabe quais são os sintomas do câncer de mama, caso você tenha percebido alguma alteração em seus seios, procure por um atendimento médico.

Na CenttralMed, você pode realizar o acompanhamento médico na clínica geral, além de outras especialidades, com isenção de pagamento de consultas e sem tempo de carência. 

Conheça o programa Consultas do Bem e comece hoje mesmo a cuidar da sua saúde.