fbpx
Pular para o conteúdo
Início » Alimentos para longevidade: 5 opções para viver mais e melhor

Alimentos para longevidade: 5 opções para viver mais e melhor

Aquilo que você come pode ser a chave para uma vida mais longa. Conheça 5 alimentos que irão aumentar sua expectativa de vida.

A possibilidade de viver mais (e melhor) é atraente, não é? Mas o que você precisa fazer para aumentar sua longevidade?

Bem, não existem fórmulas mágicas. Ou soluções milagrosas que te darão instantaneamente 10 anos a mais de vida. O segredo para viver mais é esse: incluir os alimentos para longevidade na sua alimentação.

Aumentar a longevidade significa cuidar da sua saúde; manter seu corpo longe das doenças. A hipertensão e alguns tipos de câncer, por exemplo, podem ser evitadas comendo os alimentos corretos. Pois eles preservarão o seu organismo.

É hora de comer certo e viver mais. A seguir, aumente sua expectativa de vida incluindo esses 5 alimentos para longevidade na sua dieta. Pronto?

1 – Peixe

É provável que você já tenha visto um comercial na televisão esbanjando os incríveis benefícios do ômega-3. Ou talvez alguém já tenha comentado com você sobre ter comprado óleo de peixe em cápsulas na farmácia.

Mas… os peixes contribuem para uma vida mais longa?

Um estudo revelou que esquimós na Groenlândia estavam mais protegidos contra doenças cardíacas e tinham menores concentrações plasmáticas de triglicerídeos. E sabe por que? Porque eles tinham um alto consumo de peixes, uma dieta rica em ômega-3.

E os resultados de uma pesquisa feita com pacientes hipertensos constataram que os ácidos graxos poliinsaturados do óleo de peixe são eficientes na redução da pressão arterial.

Acontece que os seres humanos não produzem ômega-3, então você precisa ingeri-lo. Conforme recomenda a American Heart Association, alguns dos peixes ricos em ômega-3 que você deve consumir são atum, sardinha, truta e salmão.

Mas cuidado no preparo: nada de fritar o peixe. A gordura boa será perdida com as altas temperaturas e o peixe ficará mais engordativo. O ideal é prepará-lo assado, grelhado, cozido ou cru, à moda japonesa.

2 – Nozes

Você alguma vez comprou nozes quando foi ao supermercado? Ou já comeu alguma receita que tinha nozes?

Pessoas que incluem nozes em sua alimentação podem reduzir o risco de doenças cardiovasculares e diabetes mellitus tipo 2, de acordo com uma pesquisa publicada no New England Journal of Medicine. Os resultados indicaram que as pessoas que consumiram nozes 7 ou mais vezes durante a semana diminuíram sua mortalidade em 20%.

20 por cento. Dá para acreditar nisso?

 E melhor ainda, as nozes ajudam a controlar o peso e (por serem ricas em proteínas) controlar a saciedade. O que é ótimo quando se sabe que obesidade traz consigo diversas complicações à saúde. 

Quer aumentar sua longevidade? Implemente nozes na sua dieta. Que tal começar incluindo elas em saladas? Ou quem sabe algumas poucas gramas de nozes com sorvete?

3 – Tomate

Quanto mais vermelho o tomate for, maior quantidade de licopeno ele terá. E isso é maravilhoso para o organismo.

Mas o que é licopeno? Além de ser o responsável pela cor vermelha do tomate, o licopeno é um antioxidante.

Pesquisas evidenciam o potencial preventivo do licopeno contra alguns tipos de câncer, como câncer de estômago, próstata e pulmão. E também o seu efeito redutor nos níveis de colesterol “ruim” do corpo. Ou seja: melhoria na função vascular e prevenção contra doenças do coração.

Além desse antioxidante, o tomate possui vitaminas A e C, que fortalecem a imunidade e combatem os radicais livres — causadores de doenças degenerativas, como Parkinson e Alzheimer.

Para haver maior liberação do licopeno e aproveitar melhor seus benefícios, consuma o tomate cozido. (Porém também é válido comê-lo cru em saladas, por exemplo). E para acelerar a absorção desse antioxidante pelo seu corpo, combine o tomate cozido com azeite de oliva extravirgem.

4 – Alho

O alho pode ser difícil de lidar —  o seu cheiro de enxofre não é nada convidativo. Mas e se ele pudesse prolongar a sua vida? Você o colocaria em sua dieta?

O alho é um vegetal que pertence à família Allium (a mesma família das cebolas) e possui propriedades antibacterianas ótimas contra infecções. Ele também mantém em ordem o açúcar no sangue.

Segundo estudos, o alho atua na diminuição da pressão arterial e na proteção contra doenças cardiovasculares. Isso porque, ao ser ingerido, seus compostos reagem com os glóbulos vermelhos do organismo e produzem um gás chamado sulfeto de hidrogênio.

Por sua vez, esse gás dilata os vasos sanguíneos e permite com que mais oxigênio chegue aos órgãos do corpo. Em resumo, o sulfeto de hidrogênio aumenta o fluxo sanguíneo e protege o coração.

Para consumir o alho e viver mais, é recomendado comê-lo cru. Dessa forma, será liberado a alicina, um ingrediente ativo repleto de benefícios medicinais. Mas veja bem, você também pode cozinhá-lo junto a outras receitas, mas saiba que as altas temperaturas quebrarão a alicina e diminuirão suas vantagens.

5 – Aveia

Iogurte natural com aveia? Mingau de aveia? Biscoito de aveia e mel? Se por acaso você já tiver aveia presente na sua alimentação, agora mesmo que não irá deixá-la de lado.

A aveia é um cereal bastante nutritivo, composto de vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes. E pode ser incluída em vários tipos de dietas, mesmo para diabéticos. Mas precisamos falar especialmente de uma de suas fibras, o beta-glucano.

O beta-glucano atua na redução do colesterol “ruim”. E junto a isto, os resultados de um estudo revelaram a sua capacidade de diminuir a glicose no sangue, sendo útil no tratamento do diabetes mellitus.

Além disso, o beta-glucano presente nos flocos de aveia fortalece a imunidade do corpo, protegendo-o de infecções bacterianas.

Você pode implementar a aveia de várias formas em sua dieta: sucos, frutas, iogurtes, leite. Inclusive, pode optar por produtos à base de aveia, como biscoitos e pães. Bom apetite!

Esses são alimentos para longevidade, mas e se…

Agora você sabe: alguns alimentos protegem seu coração e previnem doenças que poderiam arrancar alguns anos da sua vida, mas…

E se eu não gostar dessas opções de alimentos para longevidade?, você pergunta.

Tudo bem. Todos nós temos preferências alimentares, e consumir certos alimentos pode ser uma tarefa difícil. Alho? Sério? E sobre os peixes? Eles têm o ômega-3, o que é maravilhoso, mas…

Você se sente um pouco desmotivado com alguns desses alimentos. Você sabe que eles podem prolongar a sua vida, porém eles não são tão agradáveis para o seu paladar. E alguns simplesmente não descem.

Isso é complicado.

Você deseja consumir alimentos para longevidade com um cardápio saboroso e atraente?

Nós, da CenttralMed, temos nutricionistas capacitados para atender você, que levarão em conta suas preferências pessoais e ajudarão você a escolher alimentos saudáveis para sua longevidade.

Fale com nossa assistente Sofia através do nosso whatsapp clicando aqui e tenha um atendimento personalizado com um dos nossos nutricionistas.