fbpx
Pular para o conteúdo
Início » Quando fazer um check up do coração? Conheça as principais recomendações

Quando fazer um check up do coração? Conheça as principais recomendações

Sabia que as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte entre os brasileiros? Conheça os principais exames do check up do coração que podem prevenir esse problema.

Até o momento, mais de 150 mil vidas foram perdidas no país decorrente de doenças cardiovasculares esse ano. É o que mostra o Cardiômetro criado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). 

Dados como esse apenas reforçam a importância do acompanhamento médico e a realização de exames, como o check up do coração. Afinal, doenças cardiovasculares podem ser silenciosas e traiçoeiras.

Elas se desenvolvem no corpo sem grandes alardes, e apenas quando a saúde já está comprometida, os primeiros sinais de que algo possa estar errado são percebidos. 

Para evitar ser pego de surpresa, a prevenção ainda é o melhor caminho. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) 80% dessas mortes poderiam ser evitadas com hábitos preventivos

Por isso, chegou a hora de entender como manter a saúde do coração em dia. Descubra quais são as recomendações para a realização do check up do coração e quais os principais exames para uma avaliação médica completa. 

Vamos lá! 

Por que é importante fazer check up do coração?

O check up do coração, assim como o check up geral da saúde, é um pilar da medicina preventiva — especialidade médica que foca em prevenir o aparecimento de doenças, ao invés de esperar sua manifestação para, então, tratar. 

Quando pensamos em prevenção, a saúde do coração merece atenção especial. Afinal, estamos falando em um dos maiores órgãos vitais do corpo humano.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, as doenças cardiovasculares representam 30% do total de óbitos no país. E tem mais:

  • Elas causam 2,3 vezes mais mortes do que situações de violência ou acidentes
  • São responsáveis por 3 vezes mais mortes que as doenças respiratórias
  • Matam 2 vezes mais que todos os tipos de câncer somados

Exatamente por isso, manter uma rotina preventiva para preservar o bom funcionamento cardiovascular é fundamental. Assim, é possível diagnosticar problemas em estágios iniciais, facilitando o tratamento e aumentando as chances de cura

Quando é recomendado fazer um check up cardiológico?

O check up do coração normalmente é solicitado quando se inicia uma nova atividade física de intensidade moderada a alta, para conferir se tudo está funcionando bem. Mas esse está longe de ser o único motivo para realizar a avaliação médica.

Em geral, os exames do check up do coração são recomendados anualmente para homens ao completar 40 anos, assim como para mulheres após o início da menopausa.

Entre as mulheres, inclusive, o controle clínico é indispensável: segundo um estudo publicado na National Library of Medicine, as doenças cardiovasculares são a principal causa de mortalidade na pós-menopausa.

No entanto, apesar dessas serem as maiores recomendações, existem outros casos em que o check up de coração anual também é essencial:

  • Pessoas com histórico familiar de doenças cardiovasculares
  • Pessoas hipertensas, obesas, diabéticas ou fumantes
  • Pessoas com quadros de colesterol e triglicerídeos alterados
  • Portadores de doenças cardíacas 

Exames indicados para um check up do coração completo

Eletrocardiograma

O eletrocardiograma, também chamado de eletro, é um dos principais exames do check up do coração. 

Ele é indicado para o diagnóstico de problemas como infarto e arritmia cardíaca, pois pode verificar a quantidade e velocidade dos batimentos cardíacos

Ecocardiograma

Já o ecocardiograma é um exame de imagem para verificar toda a estrutura do coração

A partir do resultado é possível identificar patologias como sopros cardíacos, hipertrofia ventricular, entre outras. Além de constatar anormalidades, o exame também avalia o fluxo sanguíneo. 

Teste de esforço


O teste de esforço ou teste da esteira é um velho conhecido entre os exames do check up do coração. 

Nele, o paciente é monitorado enquanto realiza uma atividade física para observar como o coração reage ao ser submetido a grandes esforços

Em casos de suspeita de insuficiência cardíaca, por exemplo, a avaliação é fundamental para analisar a frequência, ritmo e pressão arterial. 

Monitoramento Ambulatorial da Pressão Arterial

O MAPA é o exame indicado para aferir a pressão arterial do paciente. Durante 24 horas, é necessário utilizar um medidor de pressão para conferir como o coração reage aos esforços das atividades regulares do dia a dia.  

Holter

Já o Holter, outro exame com duração mínima de 24 horas, é o exame que avalia as alterações cardíacas do paciente. Com ele, é possível identificar diferentes tipos de arritmias cardíacas, por exemplo.

Exames laboratoriais

Para um check up do coração completo, exames laboratoriais de sangue também são necessários. Eles auxiliam no diagnóstico de alguns fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares

Quanto custa os exames de um check up do coração?

Como vimos, o check up do coração completo abrange exames variados para detectar diferentes doenças cardiovasculares

O valor total da avaliação médica depende de quais exames foram solicitados e a clínica escolhida para realizar os procedimentos. Alguns deles, como o eletrocardiograma e o ecocardiograma, por exemplo, podem variar de R $200 a R $400. 

Além disso, é necessário contar também com o valor da consulta médica para a avaliação inicial e, depois, para análise dos resultados.

Para conveniados da CenttralMed, porém, os atendimentos médicos são gratuitos! Assim, você pode fazer inúmeras consultas com o cardiologista, ou outros especialistas, pagando apenas pelos exames. 

Conheça o programa Consultas do Bem e veja mais informações sobre esse benefício!

Vale lembrar que o check up do coração não é a única medida de prevenção às doenças cardíacas. 

Além de manter o acompanhamento médico, também é preciso adotar hábitos saudáveis diariamente para evitar os fatores de risco.  

Quando falamos em saúde, sobretudo em saúde do coração, prevenir será sempre melhor do que remediar.