fbpx
Pular para o conteúdo
Início » Como evitar as doenças cardiovasculares: 5 dicas práticas

Como evitar as doenças cardiovasculares: 5 dicas práticas

Descubra como evitar as doenças cardiovasculares e garanta um estilo de vida saudável

Cuidar da saúde é fundamental. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), problemas relacionados ao coração são a principal causa de morte em todo o mundo. Por isso, é importante saber como evitar as doenças cardiovasculares.

Doenças do coração são aquelas que atingem o músculo cardiovascular e os vasos sanguíneos, responsáveis por distribuir o sangue por todo o corpo. Problemas desse tipo são mais comuns em homens, acima dos 50 anos. Mas, isso não significa que outras pessoas não devam se preocupar.

Na verdade, a incidência de mortes por doenças cardiovasculares aumentou em 2020, no Brasil e no mundo.

Dados de um estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), em parceria com a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e o Hospital Alberto Urquiza Wanderley; mostram que houve um crescimento de 132% no número de mortes por problemas de coração naquele ano, em comparação ao mesmo período de 2019.

As principais causas deste aumento estão relacionadas à falta de acompanhamento médico e tratamento de doenças prévias e má alimentação em excesso. O estilo de vida de muitas pessoas piorou, sobretudo devido à pandemia do coronavírus.

Fatores como esses podem desencadear o desenvolvimento de problemas no coração. À vista disso, é muito importante aprender como evitar as doenças cardiovasculares, para, assim, viver uma vida saudável e tranquila.

Fatores de risco

Como evitar as doenças cardiovasculares não está na agenda de muitos brasileiros, problemas de coração se tornaram comuns no país. Além da má alimentação, existem outros fatores de risco aos quais você deve se atentar.

Outras causas que estimulam o desenvolvimento de problemas no coração são:

  • Sedentarismo
  • Tabagismo
  • Colesterol elevado
  • Obesidade
  • Estresse
  • Diabetes descontrolada
  • Hipertensão

A hipertensão (pressão alta) é uma das condições mais conhecidas e acarreta problemas mais graves, como infarto.

Neste caso, como as artérias do corpo são estreitas, o coração precisa de mais força para bombear o sangue. Em consequência, o órgão fica dilatado e as artérias danificadas.

Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), uma em cada quatro pessoas adultas (25% da população) têm hipertensão.

Para entender como evitar as doenças cardiovasculares, é fundamental compreender de antemão o seu estilo de vida. Muitos problemas não apresentam sintomas, por isso é preciso estar atento aos seus hábitos, já que eles podem desencadear condições de saúde graves.

Além disso, a predisposição genética é outro fator que influencia o desenvolvimento das doenças do coração. Saiba qual é o histórico familiar, para entender seu grau de risco.

O ideal é se consultar com um médico especialista, de modo a evitar qualquer complicação.

Como evitar as doenças cardiovasculares: 5 dicas práticas

Para reforçar a importância sobre o assunto, a SBC criou o Cardiômetro, um indicador do número de mortes relacionadas a doenças cardiovasculares.

No Brasil, são mais de 1.100 por dia, ou seja, uma morte a cada 90 segundos. Problemas do tipo causam o dobro de mortes relacionadas a todos os tipos de câncer juntos, matam três vezes mais que doenças respiratórias, 6,5 vezes mais do que todas as infecções e 2,3 vezes mais do que causas externas, como acidentes.

Agora que você já conhece os fatores de risco, descubra de fato como evitar doenças cardiovasculares, com pequenas mudanças no dia a dia.

1)    Diminua o consumo de sal e açúcar…

… porque elevam a pressão arterial e comprometem o fluxo sanguíneo com a formação de placas de gordura.

Se você adora processados, não precisa começar a alimentação do zero. Corte aos poucos e substitua gradativamente alimentos industrializados por frutas, legumes e verduras.

As placas de gordura no sangue são tão perigosas que podem causar infartos. Este problema, junto ao AVC, representava mais de 30% dos óbitos registrados no Brasil e no mundo em 2018.

2)    Pratique exercícios regulares

Comece aos poucos para seu corpo se acostumar com a mudança de hábitos e livre-se do sedentarismo! O ideal é reservar meia hora em cinco vezes na semana para se exercitar.

Encontre algo que você goste: danças, musculação, exercícios aeróbicos… Existem várias opções! Os exercícios ajudam a manter o peso ideal, previnem outras doenças e aliviam o estresse.

3)    Controle o estresse com atividades relaxantes

Sabia que o estresse aumenta em 60% o risco de infarto? Além disso, ele influencia o desenvolvimento de outras doenças ou vícios, como tabagismo e alcoolismo.

O estresse pode ocasionar problemas como a hipertensão, que causa insuficiência cardíaca. De acordo com estudo feito para os Arquivos Brasileiros de Cardiologia, a doença é responsável pelo aumento na taxa de mortalidade hospitalar e do tempo de internação no Brasil. Neste caso, o coração fica fraco, com dificuldades para bombear o sangue.

Se sua rotina está te deixando nervoso, invista em um hobby relaxante. O yoga é o mais comum, mas você pode se dedicar à atividade que preferir, como danças, pintura, crochê e até mesmo exercícios físicos.

4)    Corte vícios destrutivos

O tabagismo e o alcoolismo são fatores que ajudam a desenvolver problemas de saúde sérios. Se sua meta é aprender como evitar as doenças cardiovasculares e outras enfermidades, é fundamental acabar com seus vícios destrutivos.

O fumo aumenta em 30% o risco de ataques cardíacos. Além disso, o tabagismo e o excesso de bebidas alcoólicas causam arritmias cardíacas, outro problema cardiovascular, caracterizado pela alteração dos batimentos cardíacos – mais rápidos ou mais lentos.

Segundo a Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC), mais de 320 mil pessoas morrem de forma súbita, vítimas de arritmias e 20 milhões de pessoas convivem com o problema.

Assim como a mudança de hábitos alimentícios, não é indicado cortar o problema de uma vez, porque isso faz com que a abstinência seja maior. Comece aos poucos, sem se cobrar.

Se precisar, conte com auxílio médico e psicológico para cortar de vez o cigarro ou outros vícios.

5)    Vá ao médico com frequência

Saber como está sua saúde com periodicidade é essencial! O médico é responsável por apontar o diagnóstico preciso. Quanto antes você descobrir alguma doença, mais efetivo será o tratamento!

Como evitar as doenças cardiovasculares com a CenttralMed

O acompanhamento médico é essencial, porque previne doenças silenciosas. Além dos check-ups, é importante fazer exames de rotina com maior frequência, para garantir o seu bem-estar e o da sua família.

Para isso, a CenttralMed é sua maior parceira!

No mercado desde 2005, a CenttralMed incentiva as pessoas a se cuidarem de maneira proativa, com um atendimento humanizado: nossos profissionais atentam-se a cada detalhe do seu problema, para garantir o melhor atendimento e prevenção.

Confira nossas especialidades e agende sua consulta na CenttralMed mais próxima de você. Fale com nossa assistente Sofia através do nosso whatsapp clicando aqui.