fbpx
Pular para o conteúdo
Início » Como lidar com birra de criança em 6 passos simples

Como lidar com birra de criança em 6 passos simples

Você sabe o que fazer quando a criança faz birra? Atitudes do tipo são comuns em crianças e podem ser evitadas com muita paciência e empatia. Confira as dicas da CenttralMed!

Todo mundo já viu essa cena: a criança se joga no chão de um lugar público, esperneia, chora alto e chama atenção de todo mundo no ambiente, enquanto os pais, aflitos, não sabem como reagir. Verdade seja dita! Pelo menos uma vez na vida os pequenos vão ter esse tipo de comportamento, portanto é importante entender como lidar com birra de criança.

A birra nada mais é do que a manifestação de sentimentos complexos. Quando crianças pequenas não conseguem lidar com frustrações, mudanças de rotina, ou com os pais dizendo não, por exemplo, elas não sabem como manifestar o que estão sentindo e, em consequência, explodem através de birras.

Mas, não se preocupe! A culpa não é da família. Atitudes do tipo são normais conforme as crianças crescem e adquirem autonomia – além de serem importantes durante a fase de desenvolvimento. 

No entanto, é papel dos pais ajudar os filhos a entenderem de onde surgem os sentimentos negativos e como superá-los. O aprendizado adquirido através dessas experiências ajuda a moldar como cada indivíduo irá lidar com seus próprios sentimentos quando adultos.

Portanto, para te auxiliar, veja como lidar com birra de criança e quais atitudes os pais devem abolir de uma vez por todas.

Por que criança faz birra?

A birra infantil acontece nos primeiros anos da vida, geralmente a partir dos dois anos, idade conhecida como “adolescência dos bebês”. É nessa fase em que as crianças começam a descobrir sua personalidade, independência e começam a testar os pais, com desafios e ordens, para ter tudo à sua maneira.

Contudo, ao mesmo tempo em que crescem e se descobrem, o cérebro ainda não está totalmente desenvolvido, portanto, as crianças não conseguem manifestar determinados sentimentos.

As birras estão atreladas a sentimentos como frustração, medo, raiva, temor, fome, cansaço, vergonha e preocupação. Não se preocupe, é normal!

Segundo pesquisas, cerca de 20% das crianças entre 2 e 3 anos fazem birra pelo menos uma vez ao dia. Além disso, o temperamento explosivo é frequente ao longo da infância entre 5% dos pequenos. Contudo, a birra varia de criança para criança.

Não há um período certo de início, ou fim, nem frequência considerada saudável. Os pais devem estar sempre atentos aos hábitos dos pequenos para descobrir as melhores formas de como lidar com birra de criança. 

Situações recorrentes e desafiadoras para além da infância são consideradas problemas mais sérios, como o Transtorno Opositivo Desafiador (TOD). Nesse caso, as crianças são desobedientes, não respeitam as regras, não assumem seus erros, sempre testam os limites impostos pelos pais, sem medo das punições.

Por isso, é importante procurar um especialista para entender o que está acontecendo com o pequeno e como melhorar seu comportamento.

Como lidar com birra de criança: 6 dicas importantes

Você sabe o que fazer quando a criança faz birra? Confira as dicas da CenttralMed e aprenda como reagir quando situações como essa acontecem.

  1. Imponha regras e limites

Em entrevista à revista Crescer, a psicóloga infantil Mayra Gaiato diz que é possível prever a birra através de sinais, como sono, fome, cansaço, mau-humor, expressão intensa das vontades, impaciência e aumento da agressividade. Assim, é mais fácil evitar situações do tipo e intervir com muito diálogo, regras e limites.

Segundo ela, antes de sair para algum lugar, é importante avisar as crianças, de antemão, o que vão fazer o que irá acontecer, sobretudo em situações que elas não gostam.

  1. Não ceda

Às vezes, ver a criança esperneando fora de casa pode ser estressante, por isso muitos pais realizam as vontades dos filhos para acabar com a situação desagradável. Para a psicóloga Mayra Gaiato, é necessário impor limites.

Ao ceder, a criança associa a birra a recompensas e, desta maneira, os pais não ensinam as crianças como lidar com a frustração. No futuro, elas se tornarão intolerantes e mimadas.

Uma sugestão é fazer combinados. Mas, a negociação deve ser feita apenas quando houver cabimento, como dizer que a brincadeira pode continuar após o jantar.

  1. Desvie a atenção da criança

Outra forma de como lidar com birra de criança é distraindo o pequeno. Chame sua atenção para um livro, ou um brinquedo, por exemplo.

Crianças menores de dois anos não têm maturidade o suficiente para entender o que fizeram, por isso o ideal é distraí-la com objetos ou ações divertidas.

  1. Não dê importância ao choro

Quando a criança estiver no auge da birra, não dê atenção ao choro. Na verdade, chorar libera o estresse, então é importante que os pequenos tirem todo o sentimento ruim de dentro de si.

Enquanto isso, os adultos devem se mostrar passíveis. É preciso firmeza e paciência, até a criança ficar calma o suficiente para conversar.

  1. Converse e faça a criança entender seus sentimentos

Quanto mais a criança validar o que está sentindo, menor será a necessidade de reações extremas para demonstrar, explica Claire Lerner, conselheira parental da organização Zero to Three, focada em garantir qualidade no desenvolvimento de crianças até os três anos.

Espere a situação esfriar e converse com o pequeno para entender o porquê da birra e como lidar aquele sentimento tão angustiante. Fique na altura dele e mostre que ouvindo e entendendo, sem dar sermões.

Ter uma conversa tranquila e amigável é a melhor maneira de demonstrar empatia e respeito pela criança. Ofereça abraços e beijos como demonstração de suporte e apoio.

  1. Reformule a rotina e torne todos os momentos divertidos

A mudança de rotina pode gerar estresse e algumas atividades do dia podem ser entediantes. Para evitar situações que antecedem uma possível birra, refaça os horários, mantenha a criança bem descansada e alimentada.

Além disso, transformar as tarefas mais chatas em brincadeiras para aliviar a tensão é uma das maneiras mais divertidas de como lidar com birra de criança.

Como lidar com birra de criança: o que os pais devem e não devem fazer

Além de saber o que fazer quando a criança faz birra, é preciso saber o que o adulto deve não fazer.

A repressão através da agressão física ou verbal não é indicada por nenhum profissional. Ao invés de ensinar a criança a controlar suas emoções, ela é repreendida por medo. 

Entretanto, não dá para negar que gritar é inevitável em muitos momentos de raiva! Nessas situações, é fundamental pedir desculpas e mostrar que aquela atitude foi tomada no momento errado. 

O ideal é ter calma e paciência, para transmitir segurança aos filhos. Enquanto conversam, evite reforçar sentimentos e palavras negativas, porque é o momento da criança desabafar.

Para lidar bem com a birra, os pais não podem ter receio de pedir ajuda quando necessário. É preciso cuidar bem da própria saúde, para não explodir junto às crianças. Como os pequenos se espelham nos comportamentos dos mais velhos, demonstre empatia, ensine e cuide com carinho.

Por mais estressante que possa parecer, a birra é um momento de aprendizado para crianças e adultos.

Cuide da sua família com a CenttralMed!

Há 16 anos no mercado, a CenttralMed preza por atendimentos médicos de qualidade! São mais de 36 especialidades disponíveis, incluindo pediatria e psicologia.

Para manter a sua saúde física e mental, bem como a das crianças, clientes CenttralMed inscritos no Programa Consultas do Bem tem isenção nas maiores especialidades. Isso mesmo: você não precisa pagar pelas suas consultas!

Assim, fica fácil prevenir e cuidar da saúde de quem mais amamos. Entre em contato e marque consultas para todo mundo da família na clínica mais próxima de você.