fbpx
Pular para o conteúdo
Início » O que é telemedicina: tudo o que você precisa saber sobre o atendimento médico remoto

O que é telemedicina: tudo o que você precisa saber sobre o atendimento médico remoto

O atendimento médico remoto está em alta desde o último ano. Se você ainda não sabe o que é telemedicina e como essa modalidade funciona, chegou a hora de descobrir. 

No último ano, a telemedicina se tornou um dos assuntos em pauta durante a pandemia do coronavírus. 

Afinal, com a necessidade de se manter o isolamento social, junto ao receio de frequentar clínicas e hospitais, as consultas médicas presenciais foram substituídas pelo atendimento a distância, mediante liberação do Congresso Nacional. 

Assim, desde que começou a ser ofertada por hospitais e planos de saúde, ao menos 1,7 milhões de atendimentos já foram realizados na modalidade, de acordo com dados da revista EXAME.

E tem mais: segundo a pesquisa “Telemedicina no Brasil”, realizada pelo Datafolha em parceria com a Conexa Saúde, 42% dos pacientes brasileiros afirmaram gostar e preferir a telemedicina para consultas de urgência. E entre as pessoas que já realizaram essa modalidade de consulta, 73% estão dispostas a realizar novos atendimentos via videochamada. 

No entanto, apesar de não ser uma novidade, muitas pessoas ainda não sabem o que é a telemedicina, como e se realmente as consultas virtuais funcionam. 

Para esclarecer essas e outras dúvidas, vamos falar agora sobre esse tipo de atendimento médico e quais as suas maiores vantagens. 

O que é a telemedicina?

Muito tem se falado sobre esse tipo de atendimento médico. Mas você já se perguntou o que é telemedicina?

Podemos dizer que a telemedicina é a junção da medicina com a tecnologia para exercer a prática médica a distância

Atualmente utilizado em todo o mundo, o atendimento médico não presencial é reconhecido e aprovado no Brasil como um recurso assistencial.

Ele permite que os profissionais de saúde monitorem pacientes, analisem exames e troque informações médicas com maior facilidade e segurança, especialmente durante o período de pandemia. 

Muito relevante para a rotina dos profissionais de saúde, clínicas e hospitais, a modalidade de atendimento médico é um dos serviços mais eficientes da área da saúde. 

Mas, apesar de estar em evidência nos últimos meses, a telemedicina não é uma novidade. No Brasil, as primeiras experiências com a modalidade começaram em 1990, e desde então o atendimento remoto vem sendo beneficiado com os avanços tecnológicos. 

Se antes as consultas à distância eram realizadas apenas por ligações telefônicas, com a internet e o surgimento de smartphones e tablets, a modalidade passou a se apoiar, principalmente, nas videochamadas. 

Veja também: Check-up geral da saúde: previna-se de doenças, viva mais e melhor!

Como funciona a telemedicina?

Agora que você sabe o que é a telemedicina, vamos entender um pouco como ela funciona.

Atualmente, é permitido que a medicina a distância seja realizada para as seguintes finalidades:

1. Teleorientação 

Essa é uma das modalidades mais utilizadas na telemedicina, que permite que o profissional da saúde realize, a distância, orientações médicas para o paciente. 

Em geral, esse é um atendimento muito comum para demandas de clínica geral, a área mais procurada para consultas remotas (32%), segundo a pesquisa do Datafolha. 

2. Telemonitoramento 

Durante a pandemia do coronavírus, o telemonitoramento também teve destaque. Essa modalidade é utilizada para realizar o monitoramento remoto de pacientes doentes ou enfermos. 

Esse tipo de atendimento foi um dos mais procurados por pacientes testados positivos para a Covid-19, que estavam em isolamento, e contavam com o acompanhamento médico para controle de sintomas. 

3. Teleinterconsulta

Já a teleinterconsulta é o atendimento remoto indicado para quadros de análise de exames, por exemplo, pois o foco é a troca de informações médicas. 

A consulta a distância, nesse caso, serve como um auxílio para o diagnóstico do paciente e para coletar opiniões profissionais. 

Para o uso da telemedicina durante a pandemia, o Ministério da Saúde autorizou que atendimentos pré-clínicos, suporte médico, consultas, monitoramento e diagnósticos fossem realizados a distância. Assim como a emissão e envio de receitas e atestados médicos via internet. 

Veja também: CenttralMed: sistema de saúde humanizado e feito para cuidar de você

3 principais vantagens da telemedicina 

Ao longo do conteúdo, ao falarmos sobre o que é telemedicina, já foi possível perceber alguns benefícios do uso da tecnologia nos atendimentos médicos, certo? 

Agora, vamos nos aprofundar nas vantagens que a telemedicina oferece não apenas para os pacientes, como para os profissionais da saúde. 

Vamos lá! 

Atendimento ágil 

Com a telemedicina, além do profissional da saúde poder atender mais pacientes em menos tempo, pois não há deslocamento, atrasos, etc; o paciente pode ter a oportunidade de conseguir um atendimento mais rápido.

Afinal, com o uso da tecnologia na área da saúde, por exemplo, o paciente não precisa mais esperar dias ou semanas para conseguir, por exemplo, buscar seus exames médicos em um laboratório ou clínica, uma vez que eles podem chegar direto em sua caixa de e-mail.

Assim como o profissional pode analisar esses documentos por meio de qualquer dispositivo eletrônico, não sendo necessário aguardar uma nova consulta para fazer o retorno e receber o diagnóstico

Integração de informações médicas

Antes se cada paciente precisava manter em casa ou no consultório médico uma pasta com exames e informações relevantes, com a telemedicina esses dados e documentos podem ser acessados via internet, pois são normalmente armazenados na nuvem. 

Assim, além da facilidade de ter o prontuário eletrônico, caso aconteça a troca de profissionais no atendimento, ou se o paciente precisar de uma segunda orientação médica, esse acesso se torna mais eficiente pela integração das informações. 

Melhora no monitoramento de pacientes 

Outra vantagem da telemedicina é a rapidez no acompanhamento de pacientes. 

Uma vez que as informações médicas são enviadas diretamente para os profissionais e inseridas em um prontuário eletrônico, o telemonitoramento permite que decisões médicas sejam tomadas com maior rapidez. 

Além disso, a possibilidade de manter o atendimento por videochamada ou ligação telefônica facilita o contato entre o paciente e o médico, não sendo necessário esperar vários dias ou semanas para um retorno e nem mesmo o deslocamento. 

Veja também: O que é manutenção da saúde: importância, benefícios e mais

Pronto para experimentar a telemedicina?

Agora que você sabe o que é a telemedicina e suas vantagens, o que acha de começar a utilizar esse recurso tão benéfico para realizar o acompanhamento com sua saúde?

Conveniados da CenttralMed agora podem consultar a distância com os diversos especialistas da nossa rede. Portanto, se você está com algum atendimento atrasado porque ainda não teve tempo de ir ao médico de forma presencial, aproveite a modalidade para colocar os seus cuidados em dia. 
Seja um conveniado e aproveite!